Publicado em Sexo Seguro

Camisinha Feminina

Oi pessoal! Descansados após o carnaval?
Esperamos que tenham aproveitado com responsabilidade!

Hoje vamos falar sobre a camisinha feminina, que tal?

Pouco conhecida, a camisinha feminina tem o formato de uma bolsa, feita de um material chamado poliuretano, medindo em torno de 15 cm de comprimento e 8 cm de diâmetro. Ela possui dois anéis extremamente flexíveis, um em cada ponta. O anel interno serve para auxiliar a colocação dentro do canal vaginal e se adapta na entrada do útero, impedindo a passagem dos espermatozóides. O anel externo fica para fora, recobrindo e protegendo a vulva (parte externa da vagina).

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Embora a camisinha feminina possa causar um estranhamento no primeiro momento, ela traz uma série de vantagens durante a relação sexual. Por ser maior e feita de um material mais resistente que o látex, alguns especialistas afirmam que ela é mais segura que a camisinha masculina, pois diminui o risco da transmissão de doenças como herpes genital e HPV.

A camisinha feminina também tem a espessura mais fina que o método masculino e por não apertar o pênis, é mais confortável e mantém a sensibilidade durante a penetração. Outro benefício é que ela não precisa ser retirada logo após a ejaculação, permanecendo no lugar, evitando assim o vazamento do esperma.

É importante ressaltar que a camisinha feminina é descartável, devendo ser utilizada apenas uma vez. A cada relação, deve-se utilizar uma nova camisinha!

Pronto, agora já conhecem mais uma forma de prevenção da gravidez e das DSTs!

Até a próxima!