Publicado em Uncategorized

13 de Abril – Dia do Beijo

Oi gente!

Ontem foi o Dia do Beijo! E para comemorar essa data, os alunos da Turma H da Capacitação Profissional da Unibes, pensaram e sugeriram algumas frases para servirem de inspiração… Olha só:

“Um beijo vale mais que mil palavras” – Trecho da música Um beijo (Luan Santana) sugerida por Luana.

Beijamos de olhos fechados porque as melhores coisas da vida foram feitas para serem sentidas” – Felipe Bisan

“Um beijo é a expressão da intenção de um apaixonado coração” – Música Apaixonado Coração (Bruna Karla) – citada por Carolina Sena

“Existem vários tipos de beijos, mas é só o seu que eu desejo!” – Paola dos Santos Rodrigues

“O beijo não pode se descrever em uma frase, mas sim no calor do momento” – Vinicius

“Os seus braços em volta do meu corpo eram o meu lar e lembrar dos seus beijos
Ó céus! Seus beijos… que calor que me dá!”
– Priscila Maria

beijo-1

E para encerrar todo esse romantismo…

“Um beijo seu a cada amanhecer alegra o meu viver
Um beijo seu vale mais que mil palavras e responde cada pergunta que eu queira fazer.
Estar ao seu lado, te beijar e te olhar é a maneira mais correta de lhe falar: Eu amo você!
E nada como um beijo seu para responder!”
– Gabriel Antunes

Parabéns pela criatividade!

Gostaram? Fiquem a vontade para enviar mais frases…

Até a próxima!

Beijos!rs

Anúncios
Publicado em Uncategorized

Concordam ou discordam?

Oi gente!

Vejam só essa outra matéria que foi publicada pelo site do jornal Estadão.

“Um estudo feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) retrata o quanto a violência contra a mulher ainda é tolerada no País. A maioria dos brasileiros considera que aquelas que usam roupas que revelam o corpo merecem ser atacadas. Também é majoritário o grupo que acredita que, “se a mulher soubesse se comportar”, as estatísticas de estupro seriam menores”.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, a pesquisa também aponta que “a maioria das pessoas continua a considerar as próprias mulheres responsáveis, seja por usarem roupas provocantes, seja por não se comportarem ‘adequadamente'”.

Essa mesma reportagem cita a coordenadora do Programa de Estudo em Sexualidade da USP, Carmita Abdo, que afirma que este resultado não surpreende, uma vez que a sociedade ainda culpa a vitima em casos de abuso.

“O que leva ao assédio ou ao estupro não é a roupa que a mulher está vestindo, mas a disposição de quem assedia ou de quem estupra”, diz.

A divulgação do estudo ocorreu por ocasião do Dia Internacional da Mulher (8 de março) e chamou atenção após os recentes casos de abuso sexual no metrô de São Paulo.

Outro estudo também divulgado pelo Ipea estima que haja anualmente 527 mil tentativas de estupros no Brasil, dos quais somente 10% são registrados formalmente na policia.

O resultado dessa pesquisa gerou uma grande polêmica, e muitas pessoas se manifestaram repudiando qualquer ato de violência praticada contra a mulher, independente da roupa que ela use ou da maneira que se comporte.

campanha estupro

E vocês, concordam com o resultado da pesquisa ou discordam?